segunda-feira, 6 de julho de 2009

Just me...


Dor

Minha alma está dilacerada,ferida
Pois a dúvida se instalou em meu coração
O que levou o homem da minha vida
a optar por certos tipos de diversão?

Em outros braços aparentemente melhores
Ele encontra uma emoção tão pífia
Ah,se fosse,quem me dera,somente meu
E não escolhesse a luxúria e a lascívia!

De tanto amar
A priore o perdoei
É difícil confiar
Mas isso não o neguei
Espero que não me prives do prazer
da exclusividade
E que não magoes a única que
nessa vida te ama de verdade!

Nenhum comentário: