sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Espaço reservado para o meu amor...


"Doces considerações"

Como uma flor a brochar
assim o amor nasceu dentro de mim
Um riso,um afago,um olhar...
E então não dava mais pra evitar enfim

Eu decidi que não podia mais fugir
E acho eu foi a melhor coisa que fiz
No meu peito tanta dor,precisava sair
e achar o meu caminho para ser feliz

Vou contar para vocês
Aonde estava meu presente tão maravilhoso
O moço tão gostoso
se escondia na rua Soledade 173
mas eu o encontrei
assim por acaso,quando meu msn
conectei

E eu sei,vocês vão dizer
que eu tenho bom gosto
É com alegria que digo
Faremos 4 meses
no próximo dia 27 de agosto!


Compus para comemorar meus 4 meses com meu amor!Mas como titia Laurete está mais poeteira do que nunca...aí vão mais versos:

Sorriso

Mentia em meu rosto o incrédulo sorriso.
Pois meu langue sangue embuçado sentia,
meu úmido pranto secreto e preciso,
que no rosto atava o que no seio ardia.

Gemia o rosto: o sorriso, soluçava,
às cinzas do coração, porque mentia!
E a minha alma que nos prantos se afogava,
qual desfolhada rosa na ventania.

Dormi na ilusão! Sonhei com a ternura.
Na cruz, a última gota de sangue urdia,
cravada no coração em noite escura.
E o sorriso era exausto, porque mentia.

Deus sabe meu coração! Sabe a agonia.
Quantos sonhos alentei que feneceram.
E o meu sorriso, sabe! Porque mentia.
Não provei dos frutos, porque não nasceram.

Meus olhos de pedra não choram, são pálidos,
pois também mentem a lágrima sombria.
Seriam os sonhos que eu esbocei, inválidos?
O meu sorriso morreu, porque mentia.

(Lindo não?)

Nenhum comentário: