sexta-feira, 25 de dezembro de 2009

Como saber se estou amando de verdade?(By Dra Nancy Van Pelt)


Um dos meus livros prediletos,"O namoro completo"contém uma lista preciosa,com alguns sintomas do amor verdadeiro,e do que achamos que é "amor".Confiram:

01-O amor cresce aos poucos,a paixão surge de repente.

Não acredite nesse papo de "amor a primeira vista",ou "ah,deve ser amor...é muito forte..."ISSO NÃO EXISTE.Assim como nem o amor verdadeiro pode ser eterno,essas loucuras não passam de 2 meses.O primeiro cara que amei se relacionou comigo durante 5 anos,e quando começamos ainda estava gostando de outro ex meu.Demorei pelo menos uns 7 meses pra começar a desenvolver amor.Acordem pra vida meu povo.Assim como demorou muito pra acontecer,quando foi esfriando também foi gradativo.De 2 anos e meio pro final...bem lentamente,devido ao desgaste,ciúme e imaturidade.

02-O amor acaba aos poucos,a paixão rapidamente.

Se você levar um fora no sábado e na segunda feira estiver nos braços de outra pessoa,jurando amor verdadeiro...sinto dizer,mas não achou o amor da sua vida.Eu levei um fora em setembro,e estava com a pessoa desde abril,e até agora as feridas ainda estão abertas...Oro a Deus pra cicatrizar,mas sei que vai demorar pra sarar.Isso é amor.

03-O amor centraliza-se em apenas uma pessoa,a paixão pode envolver várias pessoas.

Esse item parece desnecessário,mas ainda existem pessoas que acham que é possível gostar de duas ao mesmo tempo.E olha o argumento:"ah,mas uma pessoa tem aquilo que a outra não tem."PELO AMOR DE DEUS...amor significa estar com todas as atenções voltadas ao bem estar de UMA ÚNICA PESSOA,e aceitá-la COMO ELA É.Se você quer uma bonequinha inflável que seja do jeitinho que você sonhou,então não está amando.Se você quer um príncipe perfeito,sinto dizer,é uma garotinha mimada,e não uma mulher pronta pra amar.

04-O amor motiva um comportamento positivo,a paixão produz efeitos destruitivos.

Ficar no mundo da lua,em alfa...sonhando 24 horas por dia...Esquecer dos compromissos,família,amigos,igreja...e quem sabe,fazer altas bostas como matar aula e afins NÃO dão indícios de que a pessoa está vivendo uma história de amor.Tenham dó de titia Laurete né?Um namoro deve sempre ser uma ponte pra evolução da pessoa como ser humano.Já tive namorado que me ajudava a estudar física,que fazia curso profissionalizante junto comigo...Bem como tive namoros em que o sujeito NADA me acrescentou a não ser me dar a alegria de conhecer lugares novos...Mas é a vida né...

05-O amor reconhece a importância da compatilibidade,a paixão a desconsidera.

A idéia "romantizada" do amor faz com que as pessoas achem que "Todas as diferenças serão vencidas".Se por ventura você estiver partilhando dessa mesma opinião,está brincando com uma filosofia perigosa!E quem dá esse conselho é alguém que já se ferrou por isso.Na minha lista de compatibilidades,as mais importantes são a espiritual(ser da mesma religião e vivê-la da mesma forma que eu vivo) e a de gênios(ter um temperamento semelhante ao meu).Não caia no conto do vigário de que "os opostos se atraem".

06-O amor reconhece as faltas,a paixão as ignora.

Você não idealiza a pessoa quando está amando...diferente da paixão.Essa é a razão pela qual a paixão é tão frágil e não sobrevive ao teste do tempo;Você cria uma pessoa perfeita na mente,e passa a acreditar nisso,um belo dia os defeitos vem a tona e aí o encanto se quebra.

07-O amor sobrevive a distância,já a paixão não consegue.

Conheço um casal(ele tem quase 20 e ela acabou de completar 17),que realmente posso afirmar que apesar da pouca idade já vivem o amor verdadeiro,pois ainda mantém o sentimento aceso mesmo depois da viagem pra Minas feita pela moça,que foi fazer o ensino médio lá.Nem essa distância terrível consegue fazer com que um não pense e principalmente espere pelo outro.Ainda verei os dois casando e serei madrinha claro...rs

08-O amor controla o contato físico,a paixão explora.

Sei que o mundo hoje em dia virou uma grande putaria,mas a questão é:Nem só de sexo vive um grande amor.Quando você ama uma pessoa,se contenta só com o sorriso,a cia,e não fica querendo se encontrar apenas pra marcar ponto.E digo mais...se você tem princípios de abstinência sexual até se casar,é respeitado,respeita e usufrui de um namoro aonde as chances de conhecer a si mesmo e a outra pessoa e assim se preparar pra uma vida a dois são maiores.Enquanto que na paixão as pessoas são vistas apenas como uma válvula de escape(ou depósito de esperma).

09-O amor é altruísta,a paixão é egoísta.

Vou citar I coríntios 13:"O amor é paciente,é benigno,não se ufana,nem se ensoberbece,não se alegria com a injustiça,mas se alegra com a verdade,tudo sofre,tudo crê,tudo espera,tudo suporta..."Se você só se preocupa com o que você pode receber,aproveitar,obter numa relação,pode ter certeza...você está longe do ideal de amor que o teu criador ensinou e deseja que você viva num relacionamento.

10-O amor traz a aprovação da família,a paixão traz desagrado.

Não tem nem o que discutir minha gente...todas as vezes que eu quis passar por cima da aprovação da minha mãe eu me ferrei.Não vou mais fazer isso...Filhinha de mamãe eu?SIIIIIIM.Melhor do que infeliz no casamento.É evidente que minha mãe não tem uma bola de Cristal pra adivinhar quem é bom ou é mau(vide meu último relacionamento)mas ainda assim quero ouvir os conselhos dela...que são preciosos.

11-O amor produz segurança,a paixão...insegurança terrível.

Se você tem dúvidas se realmente está amando,é possível que realmente não esteja mesmo...Pois a paixão nos causa insegurança,dúvida,medo...tensão.As famigeradas sensações como "borboletinhas no estômago","arrepio na espinha" e etc também podem ser experimentadas por alguém que está amando de verdade,mas se a dúvida se instalou...então é hora de esperar e orar a Deus pra que ele guie os seus passos.Uma dica pra quem quer saber se já amou alguém:Pergunte a si mesmo(a) se você daria a sua vida pela pessoa...Reflitam...

12-O amor reconhece as realidades,enquanto a paixão as ignora com argumentos.

Quando você está amando uma pessoa a enxerga como o que ela é:Um ser humano com qualidades e defeitos,e isso não afeta o sentimento em si.Você não fica querendo mudá-la,a aceita como ela É;E se as diferenças são gritantes,é bem provável que você nem se sinta atraído,pois deve estar farto de desgastes em relações anteriores...Quando o sentimento é verdadeiro,você se DOA 100%,mas não perde o amor próprio.A satisfação da pessoa passa a te satisfazer também.Você cresce como ser humano,e o relacionamento com Deus também(Caso seja cristão).A família e os amigos observam orgulhosos o casal,que aprofunda a relação com muito respeito,cumplicidade,amizade,compreensão,paciência,dia após dia.Vocês são conhecidos muito mais pelas mudanças internas do que pelo número de beijos que dão.A vida de vocês passa a ser exemplo para outras pessoas.

4 comentários:

sandra Freitas disse...

Oi Laura,

Passei pra te desejar um 2010 cheio de coisas maravilhosas, grandes e pequenos milagres.
Que Jesus seja eleito seu melhor amigo e companheiro nesse ano que se inicia..
bjos

Laura Lola disse...

Pra vc também Sandra!Tudo de bom!

Karol disse...

Oi Laura, só queria te parabenizar pelo ótimo esclarecimento que você deu aqui! Realmente muito bom. Obrigada. :D Bj´s Fica com Deus.

Jhonathan Azuos disse...

muito bom o texto.