sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

Fantasmas do Fracasso(By Revista Andros)



Um dia você acordou super animada, com uma força incrível dentro de si, decidida á mudar de vida. E sem nenhum esforço começou a fazer seus planos, porque tudo estava ali, claro e transparente, bem na sua frente. E não havia nenhum obstáculo que não pudesse vencer. Aliás, sequer chegou a pensar em obstáculos. Não, todo o seu caminho seria plano, tranqüilo...

"Vou vender o meu carro, pegar a grana que guardei na poupança, juntar tudo e abrir meu restaurante. Ele vai ser na esquina da Av. Principal, com uma decoração bem alegre, onde as pessoas poderão comer um bom prato, em um ambiente bem agradável".

Definitivamente, depois de pastar muito na vida, de sofrer por achar que não tinha nenhuma saída, você acordou tomada pelo mais puro otimismo.

E isso era bom, acredite...

O problema é que depois da empolgação, daquele tesão enorme, as coisas foram mudando...Não sei bem o que aconteceu, mas, conforme seus sonhos iam ficando mais sólido, parece que uma nuvem negra, cheia de pensamentos negativos, surgiu sobre a sua cabeça...

O carro, por exemplo, você até chegou a levar para vender na loja da esquina, mas no meio do caminho bateu um medo, uma sensação de que estava dando um passo maior que as pernas. Pombas, cadê aquela segurança toda? Por que resolveu voltar correndo com seu carro para casa? E a grana da poupança, então? Puts! Deu até um aperto no peito olhar as suas economias e imaginar que tudo pode ser jogado fora, não é mesmo?


É, pelo que parece, todos os seus sonhos e planos, assim que começaram a tomar corpo dar sinais de que poderiam se realizar, acabaram tomando outras formas:

Ficaram sinistros!

Agora eles não te fazem tão bem quanto antes. Sim, porque depois da empolgação inicial, daquela coisa de ser capaz de imaginar a fachada do seu futuro restaurante, o medo te pegou de tal jeito, que agora você acha que teria sido bem melhor nem ter sonhado com nada.

Que coisa, hein?

Parece que seus planos viraram promessas quebradas.

E tudo isso aconteceu porque sua mente começou a ser assombrada por todos aqueles "fantasmas da derrota", que sempre lhe atormentaram, desde os tempos em que era criança.

E o pior é que muitas vezes você achou que estava sendo prudente, lembra?

Que tal conhecer um pouco sobre estas assombrações, pensamentos que só servem para que se sinta uma fracassada?

O fantasma do "ISSO NÃO É PRA MIM"!

Este é aquele fantasma que seus parentes - principalmente seus pais - sempre fizeram de tudo para alimentar e deixar bem gordão, tudo para ocupar bastante espaço em sua mente e consumir todo seu amor próprio. "Quando eu crescer eu quero ser milionária como a Xuxa." Bem, isso até todo mundo dar risadas, fazer pouco caso dos seus sonhos: "Milionária, você? Oras, minha filha, pare de falar besteiras porque isso não é para gente como nós... " E todas as vezes que você ouvia alguém desdenhar de seus sonhos, dizendo que você não merecia nada de bom, mais este fantasma ia crescendo. E ele foi aumentando até você passar a acreditar que tudo aquilo que é muito bom não é pra você! Sim, pode ser para os outros, menos para você. Claro, porque você passou a idolatrar a falsa humildade, essa idiotice de achar que ser humilde é se contentar com o ultimo lugar - de preferência sem reclamar e com um sorriso angelical nos lábios: "Deus vai me recompensar..."

Aliás, quantas vezes você abriu mão do primeiro lugar, deixando para outra pessoa, porque não acreditava ser merecedora?

O fantasma do "SERÁ QUE EU VOU CONSEGUIR?"

Este fantasma é filhote do primeiro, por isto sempre andam juntos. Afinal, depois de anos e anos repetindo para si que "isso não é pra mim", é quase impossível acreditar que é capaz de lidar com o sucesso. Taí uma coisa interessante: O sucesso muitas vezes acaba surgindo na vida de pessoas como você, não como uma benção, mas como uma maldição. Sim, porque é o famoso efeito contrário, daquela coisa de acabarmos atraindo sempre o que mais tememos, entende? Então, como para você o sucesso se parece mais com um castigo, seus dias e noites acabam virando um tormento: "Será que eu vou conseguir fazer tudo direito? E se eu falhar? E se fizer uma cagada e eu for mandada embora?" E é claro que no final vai acabar apelando para o Bom Papai do Céu: "Pai, por que fez isso comigo?" E ele responde: "Mas não era isso que queria quando começou a sonhar com uma promoção?" , "Ah, mas não era para levar tão a sério, Senhor..."

Não importa o que consiga, no final sempre abandonará tudo pelo meio do caminho. Seu sucesso sempre será passageiro, na verdade ele acontecerá mais por acidente ou, repito, como um castigo. Seu problema é que seu medo de ser levada a sério te paralisa!

O fantasma do "O QUE AS PESSOAS VÃO PENSAR?"

Este foi você mesma que criou sem ajuda de ninguém. E ele foi ganhando a forma de um polvo enorme, com um monte de tentáculos! E para evitar que corresse e chamasse a atenção, esses tentáculos foram se enrolando em suas pernas. E foram se enrolando em suas mãos, para que evitasse tocar onde não devia.E para que jamais ofendesse quer que seja, para que nunca se sentisse tentada a dar uma opinião, acabaram cobriram sua boca...Enfim, foram se enrolando de tal maneira que hoje você não passa de uma passiva, uma mulher travada, escrava das opiniões alheias. Aliás, você até prefere que ninguém tenha nenhuma opinião à seu respeito, porque o silêncio é uma forma de manter-se invisível. Mesmo assim, todas as vezes que você dá mais valor ao que os outros pensam (ou o que você acha que eles pensam à seu respeito) mais estes tentáculos te sufocam. Nossa, mas se alguém quiser acabar com o seu dia é só fazer alguma critica. Por exemplo, assim que começou a sonhar e contou para uma amiga que estava a fim de abrir seu restaurante, bastou ela dizer que você não tinha coragem para encarar a parada (o que não deixa de ser uma verdade), para você entrar em depressão.

O fantasma "E SE EU FRACASSAR?"

Puts, mas este fantasma é o resultado de todos so outros. E acredite, ele tem uma fome medonha! Sim, porque quanto mais você alimenta os outros fantasmas, mais faminto ele fica.

ISSO NÃO É PRA MIM, ENTÃO EU VOU FRACASSAR. SERÁ QUE EU VOU CONSEGUIR NÃO FRACASSAR? O QUE AS PESSOAS VÃO PENSAR SE EU FRACASSAR? E SE EU FRACASSAR, O QUE AS PESSOAS VÃO PENSAR DE MIM?

Então, percebeu como tudo acaba sendo canalizado para esse fantasma, que nada mais é que o resultado do medo que você tem da desilusão? E quanto mais medo você tiver de se desiludir, maior será seu apego ao mundo de fantasias que criou em sua mente, um mundo nunca precisa arriscar nada!

Ter medo de arriscar é, antes de tudo, querer preservar as ilusões, manter os sonhos apenas na mente. Por outro lado, ao se ver diante da possibilidade de colocar seus planos em prática, pode ser que acabe descobrindo que eles não servem para a vida real!

O fantasma "TUDO QUE SOBE, DESCE"

Sempre que as coisas estão indo bem na sua vida este fantasma aparece para dizer que tudo que é bom dura pouco. Então você fica com medo de comprar um carro novo porque tem medo de ser demitida e não conseguir pagar as prestrações e acha que nem deve se empolgar muito com aquela viagem que pretende fazer para o exterior, porque o real pode se desvalorizar, a Bolsa de Valores cair...Ou seja: você acredita que tudo aquilo que consegue irá perder, por isso que aquela empolgação do começo vai morrendo, morrendo...virando provação.

Será que já não passou da hora de fazer uma faxina na sua mente, de colocar este monte de lixo para fora antes que sua alma se transforme em um cemitério de sonhos desfeitos pelo pessimismo?

Nenhum comentário: