quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

Mulher Virtuosa...


Aparência:

As roupas não fazem uma mulher, mas fazem 90% do que vemos dela. Se alguém não projetar a imagem adequada, as pessoas não acreditarão que aquilo que ela diz seja importante. Pessoas bem-sucedidas se diferem pelo modo de falar, vestir e recebem tratamento diferenciado em quase todos os encontros sociais e profissionais, mas a roupa incorreta pode, definitivamente, deixar de fora uma mulher inteligente.

Perdão:

Conheço um homem chamado Davi, que perdeu seu braço direito em um acidente industrial. Ele me descreveu um fenômeno chamado “dor fantasma”. Anos após o acidente, Davi ainda sente, de vez em quando, uma dor latejante como se fosse na mão ou no braço desaparecidos. Seu cérebro tem armazenado lembranças de incidentes passados que o machucaram e os nervos ainda podem emitir sinais de dor, embora o membro físico já não exista mais. E você, ainda culpa as pessoas por erros cometidos no passado?

Objetivos:

O Dr. Bernie Siegel descobriu que podia prever qual de seus pacientes com câncer apresentariam melhoras, ao perguntar: “Você quer viver até os cem anos de idade?”. Os que tinham profunda noção dos objetivos de vida respondiam sim, e eram aqueles com maiores probabilidades de sobrevivência. A esperança é gerada quando se tem objetivos. Isso funciona com a sua saúde, na vida e na carreira.


Ânimo:

Passe seu tempo livre com pessoas que levantem seu ânimo. Dedicar tempo a gente positiva minimizará o efeito das criticas negativas. Se você anda com gente mal humorada, crítica e ranzinza as chances de você se tornar igualmente crítica são enormes. Podemos tirar uma lição da natureza. Quando um falcão é atacado por corvos, ele não contra-ataca. Em vez disso, ele voa cada vez mais alto e em círculos até que seus inimigos o deixem em paz.


Persistência:

Algumas flores, como a rosa, precisam ser esmagadas para que sua fragrância seja liberada. Algumas frutas precisam ser espremidas para liberarem seu sumo. Alguns metais, como o ouro, precisam ser colocados na fornalha para atingir valor e pureza. Todos nós precisamos ter alguns fracassos para chegarmos ao sucesso.


Amizades:

O sentimento de solidão não apenas afeta a atitude, os relacionamentos e a aparência de uma pessoa, como também altera a sua saúde física. Um relatório de um instituto de saúde afirmou: “o fator de risco mais previsível de doença cardíaca é a solidão”. Então, cultive amizades.


Mudança:

Uma vez me disseram que a única pessoa que gosta de mudança é um bebê molhado. O desejo de mudar é a chave para o crescimento em todas as áreas da vida. Ironicamente, a maioria das pessoas deseja melhorar, mas, ao mesmo tempo, resiste à mudança.


Flexibilidade:

Hoje a moda é flexitarianos, vegetarianos parciais. Todos nos precisamos ser flexitarianos, não somente em termos de dieta, mas também como tendência mental na vida. A flexibilidade, a disposição para se adaptar e mudar, é um elemento chave para o sucesso em qualquer esfera da vida.


Integridade:

Como você quer ser lembrado? Covey acredita que os sistemas de direção interna de uma pessoa são beneficiados se ela gastar alguns minutos para contemplar o seu próprio funeral. Ele pergunta: o que você gostaria que cada um dos oradores dissessem de você e de sua vida? Que caráter você gostaria que eles tivessem visto em você? Quais contribuições e conquistas gostariam que falassem?

Perseverança:

Certa vez, quando Thomas Edison estava pesquisando filamentos para a lâmpada e já tinha descartado milhares de experiências, um assistente perguntou por que ele persistia apesar das falhas. Edison respondeu dizendo que não tinha ocorrido nenhuma falha. Pelo contrário, ele havia descoberto milhares de possibilidades que não deveriam mais ser consideradas.


Confiança:

O circo estava na cidade e um repórter de televisão entrevistava um dos artistas, um jovem homem flexível que trabalhava no trapézio. Ele era um “voador”, explicou aquele que voava graciosamente pelo ar, muito acima do chão, para os fortes braços de um “apanhador”. “Eu sou aquele para quem se volta o olhar do público”, afirmou o jovem atleta, mas não sou a estrela. “A verdadeira estrela é o apanhador, que está suspenso pelos joelhos e me apanha, impedindo-me de cair. Eu apenas vôo pelo ar e confio no apanhador”.

Nenhum comentário: