sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

Resiliência-Suportando pressões


Na frase " A dor é inevitável. O sofrimento é opcional", Carlos Drumond de Andrade define sabiamente o sentimento que está por detrás da resiliência. Sabemos hoje que o ambiente corporativo , muitas vezes de forma insana,exige metas complexas, acumulo de trabalho baseado na lei de fazer mais com menos, sem contar com os problemas econômicos que interferem nos recursos necessários para executarmos nossas tarefas. Mas aí vem a lucidez poética de Drumond, onde fica claro que muitas vezes não podemos evitar estes problemas, mas podemos declarar intimamente que não iremos sofrer com este processo e sim utilizá-los como desenvolvimento pessoal e profissional.

Conta a história que um homem todos os dias ia até uma padaria para comprar seu café da manhã, e sempre era recebido com tratamento grosseiro e rude pelos atendentes, mas ele retribuía com um sorriso e agradecia imensamente os serviços prestados. Um dia um amigo presenciando a cena questionou o colega, perguntado como ele pode ser tão polido e amigável perante aquela situação. Nosso resiliente "professor" respondeu prontamente: " Não quero que eles decidam o meu estado de espírito".

Este é o centro da questão, não podemos permitir que pessoas ou fatos determinem o nosso estado emocional. Na história acima vimos claramente o poder que muitas vezes entregamos ao outro, oferecendo a eles a decisão de como devemos nos sentir. Este poder é muito grande para ser dado as pessoas, e a única forma de mudar este comportamento é exercita-lo ao inverso, mantendo este poder para sí e não permitindo perder seu controle emocional.

Precisamos compreender também que as pressões e problemas no trabalho nos desenvolvem, tornando-nos pessoas com mais recursos e experiência para suportar novos desafios ainda mais complexos. No tempo dos nossos pais não havia tanta concorrência como enfrentamos hoje, portanto aquela época não exigia que eles buscassem o constante desenvolvimento pessoal e profissional, hoje a história é completamente diferente, precisamos ler constantemente e participarmos de palestras e treinamentos para nos tornarmos pessoas melhores e com mais recursos.

Há um bom tempo fiz um treinamento sobre como transcender os seus limites, e uma frase me marcou intensamente: "Deus abençoe meus concorrentes, pois eles me fazem buscar o conhecimento para superá-los".

Ser resiliente, portanto, é ter o controle emocional perante as adversidades, não permitindo que os acontecimentos e até mesmo as pessoas ditem o seu estado de humor. Ser resiliente é superar as dificuldades e fazer delas o combustível para nos tornamos melhores e melhores.

Nenhum comentário: