domingo, 25 de abril de 2010

"Último suspiro poético"


Vem,toma os meus braços
envolve-os em teu rosto
me faz esquecer os percalços
apaga meu desgosto

Não preciso de mais nada
nem nenhuma resposta
até que eu saiba que acabou minha jornada
com meu amor batendo a tua porta

E sela com um beijo
o que os céus já sabem
que é esse meu desejo
as emoções que me invadem

Paira no meu pensamento
e permanece até o fim dos meus dias
E constata o meu encantamento
te divido as minhas alegrias

Nenhum comentário: