quinta-feira, 20 de maio de 2010

"Lua"


Já que se instalou
Em minha mente o trauma
E não há esperança de paixão
Vou tentar observar a Lua,
tão linda e misteriosa
em sua exibição

Talvez ela me dê
uma bela lição
brilha e sempre segue
sozinha,ilumina a noite e não tem
tempo pra ilusão.

Tem affair com o sol
mas quando ele parte
o seu desejo virá pó
e não ocorre um desastre
Nem parece que o seu calor
a incendiou
E assim mais um dia se passou...

Oh Meu Deus
me ajuda a ser a lua
Que até mesmo encantada
dourada,nua
É feliz sem ninguém precisar!
E suporta a fria noite
sem se amargar...
O sol já virá,as estrelas caem
e a noite acabará,
Mas permanecerá intacta
aquela que sabe se amar.


É a natureza me ensinando a ser mulher de verdade.

Nenhum comentário: