segunda-feira, 14 de junho de 2010

"Contos de cotidiano"



Reza a lenda
que algum dia
a torre do castelo
então seria
espetáculo de amor

Pois um infante
de outro reino
viria
e com coragem
e ousadia
a sua donzela
buscar iria

O que o autor
esqueceu
é que o nobre
príncipe se perdeu
na densa mata
das incertezas
a canção disse Adeus

Então soluçando
ele deixava
a sua amada
princesa vida
chorando tão triste
Por ter sido esquecida...

Nenhum comentário: