quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Just me


Incrível como na minha visão limitada,tentei entender os mistérios do meu Deus.Não tenho esse direito,não merecia nenhuma benção que ele me concedeu,e olhando ao meu redor um sentimento de impotência me invade ao ver meninas que apresentam os mesmos dilemas que eu apresentei na idade delas...É meu dever então alertá-las,para que não cometam os mesmos erros que eu cometi.

Recebo emails e também convivo com amigas que são ansiosas como eu era.E pessimistas e dramáticas também.Eu sinto informar mas querida leitora,isso aí é pura PERDA DE TEMPO e vai estragar a fase mais linda da vida de uma mulher,que é a adolescência e juventude...Vou citar meu ex:

12 anos-Achava que o mundo ia desabar sobre a minha cabeça ao assistir de camarote a morte cruel e lenta do meu pai.
15 anos-O fim do mundo agora era a viagem que a mamãe teve de fazer pra Lisboa,fiquei sem ela dos 15 aos 19 anos.
18 anos-Com o término do ensino médio,iniciara uma via crúcis em busca de um emprego,e como não consegui me erguer profissionalmente,aderi aos cursos profissionalizantes e "bicos",freelances etc,na tentativa de conseguir um trocado claro.Mas o tal emprego fixo só viria 4 anos depois.
21 anos-Minha vida amorosa nunca foi grandes coisas,mas pelo menos os chutes anteriores foram motivados por desgaste(ou ausência)de sentimento da parte do namorado em questão.Mas ano passado foi pior,pois fui traída da pior forma possível,sofri uma decepção dolorosa demais...
22 anos-O ano da VIRADA.Deus quis me refinar como o ouro,e me colocou em situações difíceis sim,mas pra provar que ele tem PODER de me tirar do vale da sombra da morte e me dar as bençãos que eu almejava até mesmo nas situações mais adversas possíveis!Sim,o meu Deus usou uma mula pra falar,prostitutas pra ajudarem o povo de Israel,andava com pobres,cegos,surdos...e fez multiplicações e prodígios,mas eu não acreditava.


Nem estendi muito essa minha linha do tempo da adolescência e início da fase adulta pra vocês terem uma noção clara do que realmente é a vida né?Perceberam que as coisas foram ficando gradativamente mais difíceis?Sabe qual era o sentimento que predominava no meu coração?"

"AH,EU NÃO VEJO A HORA DE TER A IDADE TAL PORQUE AÍ TUDO VAI MELHORAR..."

Só que nada melhorava.E sabem por quê?Porque como o Dr Andros já disse em um de seus textos,não existe rendição pra vida!Esse papo de "Tá ruim?Calma,depois piora" é balela.Deus é um pai zeloso,de amor,de compaixão para com seus filhos.O que acontece de fato é que OS DESAFIOS AUMENTAM PROPORCIONALMENTE,e como a pessoa que está na concha de "vítima" não consegue enxergar nada além da própria dor,fica difícil tomar atitudes sensatas que busquem a resolução do problema,e mais difícil ainda ter um relacionamento de intimidade,entrega,paixão com o criador,para enfim,obter DELE,SOMENTE DELE o auxílio pra tais problemas.

Queridas,ser uma mulher vitoriosa é deixar de ser vítima do destino e se tornar co autora de sua própria história.Não,não pense que você é dona do seu nariz e pode fazer o que bem entender da sua vida não.Você pertence á Deus!Não pense que você vencerá sem ele essa batalha contínua chamada vida.Deixa ele dirigir os teus passos!Você só vai ganhar com isso...

Você agora é uma lagarta,sofrendo o doloroso processo de transformação,mas que é necessário pra se tornar uma linda borboleta.

Com carinho,titia Laurete(que já passou por isso e pode falar com conhecimento de causa)

Nenhum comentário: