terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Ninguém me derruba!(By Revista Andros)


Ninguém me Derruba!!

Mas eu derrubo todos com meu otimismo

Que coisa boa é essa sua mania de ser tão otimista. Sim, a palavra certa é essa, mania. Mania que muitas vezes tem mais a ver com teimosia, com aquela coisa de ir contra todos, de não se deixar levar pelos avisos. Ah, mas como é bom jamais acreditar no fracasso!

Mas não é aquele otimismo sem resultados, aquela coisa de ficar sorrindo o tempo todo, só repetindo frases feitas. Não, você acredita que tudo dará certo porque trabalha para conseguir o que deseja. É, minha filha, o que eles chamam de otimismo você chama de certeza.

Você já deve estar de saco cheio de tanto o pessoal te chamar de metida à besta, esnobe e ambiciosa, não é mesmo? Aliás, ambiciosa nem deveria ser usada como um ofensa, mas uma qualidade. Sim, eu sei que no nosso mundo as pessoas acham que auto-confiança é sinônimo de arrogância, mas não ligue, porque para cada passo que der sempre terá um idiota pronto para julgá-la. Sim, a torcida contra é grande!

Mesmo assim, não desista, não deixe ninguém derrubá-la!!!

Aliás, feche seus ouvidos para o mal, porque muitos que te odeiam gritarão com toda força dos pulmões: Desista!!! Sim, desista, porque eles morrem de ódio por você, justamente você, conseguir ter sucesso onde eles jamais sonharam conseguir.

Já reparou como as pessoas costumam torcer pelo mais fraco? Por exemplo, se uma seleção de futebol de um país rico for enfrentar outra, de um país pobre, todo mundo torce por quem? Oras, pelos pobres. E não importam os méritos dos mais fortes, porque bom mesmo é torcer pelos coitadinhos. Para mim isso é vingança de fracassados. Claro, as pessoas torcem pela vitória dos mais pobres não por uma questão de justiça social, mas pelo prazer de ver um gigante ser derrotado.

E o mesmo acontece com você, porque o que tem de gente torcendo para sua "sorte" acabar...Vixe! Alguns nem conseguem dormir pensando nesse dia.

Ah, como é bom ouvir sua oração antes de começar o dia:

"Se me disserem que algo é impossível, tento, provo e insisto, até que eu esteja convencida do contrário. Jamais deixo que me imponham limites, que tentem me dizer qual será meu caminho. Possível, impossível, tanto faz, porque o que determinará minha vida serão minhas atitudes. Mesmo que falhe, pelo menos terei o gosto do desafio, a certeza de que ao menos tentei.

Pior seria aceitar e permanecer onde estou, pois quem fica estático não progride.

Não importa o que digam, a melhor maneira de saber se esta fazendo as coisas certas, é medindo as recompensas que recebe da vida.

Também pudera, coisas que muitos encaram como irresponsabilidade, na verdade fazem parte de sua capacidade de ignorar os "perigos", aceitando apenas o que o mundo tem de bom para oferecer.

"Se eu falhar, levantarei a cabeça não porque sou orgulhosa, mas para ver ao longe qual a oportunidade está surgindo no horizonte."

Você nasceu para vencer porque não acredita em suas limitações. E todo aquele que investe, que luta e busca sempre o melhor, por uma questão matemática - assim, pura e simples - receberá muito mais do que quem nunca faz nada na vida.

Conheci um garoto de rua, que tinha o apelido de Correria, porque nunca sossegava. Enquanto os colegas ficavam deitados nos bancos da praça da Sé, cheirando cola e pedindo esmolas, Correria estava lá, no Mercadão Municipal, de um lado para o outro, arrumando um serviço aqui e ali, ganhando dinheiro. O tempo passou, Correria conseguiu mudar de vida, alugando um quiosque na região da Rua 25 de Março, onde vende de tudo: tênis, relógios, câmeras fotográficas... Hoje dá gosto de ver como Correria ganha grana com tanta facilidade.

Um dia eu lhe perguntei sobre essa época, sobre como deveria ser difícil trabalhar de madrugada, quando o dia ainda estava escuro, muitas vezes por um dinheiro que mal dava para comer.

A resposta dele foi algo que somente quem luta poderia dar:

"Difícil era viver como a rapaziada da Sé vivia, só esperando o dia acabar para começar outro dia sem fazer nada".

Então, faça como o Correria, mude a realidade das coisas em seu favor. Ele não teve mãe, não teve pai, enfim, tinha todos os motivos do mundo para se acomodar na revolta, mas ele preferiu mudar de vida. Então, não importam as crises econômicas, a falta de emprego ou as previsões catastróficas, você irá sempre meter as caras. E para ódio geral da nação, como é comum à todos que enfrentam a vida, você irá conseguir as coisas com muita facilidade...

Se por algum momento você se sentiu incomodada por ser esta mulher "irresponsável", esqueça!!! Você não tem culpa de trocar de carro uma vez por ano, isso é apenas o resultado do que você está plantando. E também não está cometendo nenhum pecado ao ganhar o triplo do que seu pai ganha, porque o caminho não tem volta. Oras, não dá mais para se rebaixar aos padrões de humildade deste povo. Sim, porque o sucesso vicia. E é um vício gostoso, de querer sempre mais, não porque é ambiciosa, mas porque o sucesso atrai mais sucesso.

Minha cara, certas coisas são tão simples na vida, que chegam a ser ridículas. Por exemplo, se achou que minha frase é um tanto piegas, que parece papo de auto-ajuda, então vamos fazer o caminho contrário, usar a pobreza como exemplo, ok? Então, pelas leis da atração, se você não tem grana, também não terá boas roupas, não irá se alimentar decentemente, conseqüentemente terá mais doenças, e terá que morar em um lugar bem pobre e distante, mas com um aluguel bem baratinho.

Então, vamos dar vivas ao seu sucesso, porque ele é o resultado de que você está no bem!

Sim, porque se tudo de bom está caindo em suas mãos, no mínimo é porque o bom Papai do Céu está satisfeito com o que você está fazendo.

E aqui entre nós:

Você não está a fim de contrariar o Criador, está?

Nenhum comentário: