sexta-feira, 13 de maio de 2011

Quando o inverno chegar(By Revista Andros)




Aproveite bastante sua juventude, mas não se esqueça que na soma de sua vida, a adolescência representa uma pequena parte.

Faça agora o que tem que fazer. Arrisque, jogue e aposte pesado, porque ganhando ou perdendo, este é o melhor tempo para o aprendizado. Sim, você pode aprender até que não tem nenhuma obrigação de aprender nada.

Cair, levantar, quebrar a cara e aprender pela primeira vez o verdadeiro sentido da palavra fracasso, por mais que se machuque, tudo faz parte da contrução da pessoa que você quer ser "quando crescer". E é permitido até mesmo não ter certeza de nada, nem mesmo da profissão que deseja seguir.

Vejo muitos jovens entrarem nas faculdades, querendo ser médicos, advogados ou engenheiros, e depois descobrem que não era bem isso que desejavam. Só que muitos acreditam que não tem mais como voltar, que a escolha deve ser definitiva, é isso é um grande erro. Oras, por mais que abram mão de dois ou três anos de estudos, continuar até o fim só fará com que a perda seja muito maior.

Alias, não existe perda, apenas experiência...Bem ou mal, você estará ganhando algo da vida.

Por exemplo, dois anos estudando Direito podem ser tão maçantes, que faça com que seu amor por biologia chegue a tal ponto, que acabe se tornando uma ótima profissional - enquanto que como advogada seria apenas medíocre. Sim, é aquela coisa de largar tudo, de mandar a grana que torrou na faculdade para o inferno, levantar a cabeça e decidir: "Vou fazer biologia porque é disso que eu realmente gosto!"

Mude quando achar que é a hora, porque nem sempre podemos fazer o que gostamos, mas podemos crescer muito na vida com algo que sabemos fazer.

Só não viva como se tudo fosse permitindo nesse momento, como se estivesse de férias no mundo, porque logo a vida começará a fazer suas cobranças. Claro, você pode esticar sua adolescência até os 30 anos, tudo depende do que deseja receber da vida. Só não se esqueça que a vida paga de acordo com nossas escolhas.

Por exemplo, você pode escolher não chegar nos seus 50 anos ganhando salário mínimo.

Muitos dizem que fazer faculdade é besteira, que no final só vão gastar tempo e dinheiro para trabalharem como vendedores de consórcio. Oras, isso é pura "lenda urbana"!!! Não acredita? Então, me diga quantos engenheiros, dentistas e advogados trabalham como vendedores, que eu te darei um lista interminável de pessoas que mal terminaram o segundo grau e trabalham como faxineiros.

Olha, sejamos sinceros, porque eu nunca vi um engenheiro trabalhando como faxineiro, mas estou cansado de ver faxineiros só com só o primeiro grau completo.

Lógico que não estou dizendo que somente quem tem nível superior consegue sucesso na vida, longe disso. Existem muitos que ficaram milionários, mas para tanto ele investiram, foram empreendedores - enfim, tiveram ambição e um sonho em mente para realizar. Você pode não ter estudos, mas ter muita inteligência é fundamental para vencer na vida. Um bom exemplo é o Silvio Santos, que só tem o ensino médio.

Por isso, cuide bem de você, invista no seu futuro, faça de tudo para que hoje seja apenas o começo de uma vida melhor. Para muitos, a vida só vale a pena até os trinta anos, depois é como se achassem que não existisse nada além de tédio, daquela coisa de esperar pela velhice, só que estão completamente enganadas.

A felicidade não depende da idade, mas a infelicidade, sim.

Vamos fazer uma conta e ver no que podemos chegar?

Do nascimento até seus 14, 15 anos tudo é proibido. Depois dos 16 você começa a sair mais , passa a freqüentar baladas, esquece os estudos e acha que a vida é so diversão. E vai vivendo assim, até seus 24 anos...Só que chega a hora de mudar, de fazer algo para ter um futuro melhor. Mas nem passa pela sua cabeça gastar mais alguns anos estudando, já que para recuperar o tempo perdido, você só conseguiria se formar na faculdade com 30 anos ou mais.

Bem, você poderia também tentar abrir uma empresa, investir em alguma oportunidade de negócio, mas sabe como é: você precisaria de grana. E grana é algo que você não tem, porque o pouco que conseguia você torrava tudo. Então você descobre que ainda tem como opção passar em algum concurso público, só que sem estudo fica difícil passar nas provas...

"O quê? Trinta anos é muito para conseguir algo na vida. Vou ter que batalhar estágio, ralar muito para vencer outros candidatos mais novos por uma vaga de emprego."

Claro que isso não tem nada a ver, porque o correto seria encarar a parada, investir no seu futuro. Oras, conheço muita gente que terminou os estudos bem tarde, não por falta de vontade, mas por não terem as mesmas oportunidades que você tem hoje. E mesmo assim elas deram uma reviravolta na vida profissional, ganhando muito mais hoje.

Se hoje está ruim, amanhã será bem pior se você se acomodar.

E o pior pode ser descobrir que até os 30 anos dava para se virar com o salário dos empregos ruins que arrumava, mas depois, conforme foi envelhecendo, essa grana não dava nem para comprar o seu remédio para pressão alta. E digo mais: quanto mais velha ficar, menos irá ganhar.

Com 20 anos você pode passar um final de semana na praia com 100 reais, mas com 30 isso não dá nem para pagar sua condução. Hoje você pode se sentir uma sortuda por ganhar R$ 2.000,00; amanhã pode lamentar não ganhar nem R$ 450,00 de aposentadoria. E aqui entre nós: com trinta anos você gostaria de passar suas férias nas praias da California ou na Praia Grande, dividindo uma quitinete com mais dois casais e filhos?

Você está apenas no começo...

Mas não se atrase, não veja o bonde da vida passar.

Nenhum comentário: