terça-feira, 2 de agosto de 2011

"Pétala" (17 de outubro de 2009)


Compus num momento de muita dor,há quase 2 anos atrás...


Eu era a flor mais tímida
recolhida,introvertida e pacata
Recatada em teu jardim de alentos
Embora fosse escarlata

E você me abusou
Mal brochei,me arrancou do jardim
Apalpou,cheirou
Foi querendo tomar conta de mim
E enterrou
As últimas pétalas,arrancadas enfim

A flor que eu era
Murchou,secou,caiu
E naquela primavera
Pro chão a florzinha partiu

Caída no solo
A flor murcha adubou a paixão
Que desastre
Apegar-se a um traste
e entregar-se em devoção
Pra um dono de jardim
tão sem coração!

O tempo passou
e a florzinha renasceu
Hoje,marcada pela dor
entendeu
Que não se pode permitir
paixões tão vãs
em um jardim qualquer
e que antes de amar
precisa perguntar
ao seu Deus o que é melhor
O que ele quiser...


Nota da Blogueira:Ainda bem que os pesares são coisa do passado,pois há 1 ano encontrei um homem muito especial que me completa!Te amo DBerty!

Nenhum comentário: