sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

Romance dissecado Vol II (By John Paul Mafra)




Nem bem nem mal direi do amor
Como fizeram alguns poetas
Eu procuro dar-lhe uma nova cor
Que não é de pranto nem de festa

O amor é o próprio exercício
Do amante em amar
Não é virtude ou vício
È tão somente o eterno navegar

Confronta oceano e embarcação
E do marujo a destra e a coragem
Bem pra lá da tranquila rebentação
Bem pra longe da mansa estiagem

Singrei o alto-mar encrespado
E todos os perigos confrontei
Pouco importa tenha ao fim naufragado
Foi como um viking que eu naveguei

3 comentários:

Jonhn Mafra disse...

Olha só, fico lisonjeado em ver meu poema ganhando vida própria, andando por aí. :)


Laura Ronas disse...

É arte,então eu boto aqui no meu cafofo virtual claro *_*

Laura Ronas disse...

Minhas amigas adoraram menino *_*